Total de visualizações de página

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

[Investimentos pessoais]Fechamento 12/2013



- como me comprometi de participar dos rankings de rentabilidade e patrimônio do Victor (blog Invest and Survive), vou postar os valores do início e fim de 2013 para efeitos de controle.


- a carteira de ações final  em 2013 ficou assim :


BBAS3 9977
BBDC3 2248
ITUB3 1080
ITSA4 4824
CIEL3 480
VALE3 4434
VALE5 200
PETR4 3983
CMIG3 2062
CMIG4 634
GETI3 2300
ETER3 4600
CCRO3 1500
CRUZ3 1300
GRND3 1100
SBSP3 200


total de investimentos:R$ 857.800,00



- minha carteira de ações somava R$ 508.800,00 em 02/01/2013

- obtive portanto aumento bruto de R$ 349.000,00 (68,5%) em relação ao valor inicial do ano (convém salientar que R$160.000,00 dos aportes vieram de 2 fontes extras não recorrentes - o que torna o investimento direto de R$189.000,00 através de salário e reinvestimentos de dividendos).

- recebi R$ 43.260,00 de dividendos no ano, o que seria em média R$ 3.600,00 por mês(todo o dinheiro proveniente de dividendos e JCP foram reinvestidos), portanto os aportes provenientes de salários foram de R$ 145.740,00 - o que seria R$ 12.145,00 de investimentos mensais exclusivamente oriundos do dinheiro do salário.

- a carteira rendeu portanto cerca de 5% no ano (em relação ao valor de fechamento) em dividendos.


- considerando a soma dos preços(sem dividendos) da carteira eu tive uma perda de R$ 19.600,00 no ano (2,3%).
- se forem considerados os preços das ações e o montante de dividendos reinvestidos eu teria uma pequena rentabilidade de 2,7% no ano.



- alguns números para comparação:

- Ibov 02/01/2013 62.550
- Ibov 30/12/2013 51.507 (queda de 15,5%)
- inflação IGPM 5,51%

-comparado com o índice Bovespa eu obtive um resultado razoável (+2,7% contra - 15,5%) porém este ano a bolsa foi extremamente contaminada pelos lixos X que tinham um peso grande na carteira teórica - a partir de meados de 2014 a composição vai mudar bastante e será levado a quantidade de negociações na bolsa E tamanho da empresa (acho este método mais próximo da realidade) e penso que será bem mais difícil bater o índice.
- perdi feio para a inflação no período (considero que qualquer investimento para ser válido no longo prazo, este deve ganhar da inflação, caso contrario seu rendimento líquido acumulado será negativo).


- para 2014:

- essencialmente vou manter meu método de investimento em ações: comprar ativos de empresas sólidas com bom histórico de lucros e boa governança corporativa (caso o preço esteja esticado evitarei aportes e caso considere que este tenha uma boa margem de segurança posso realizar aportes overweight - como fiz com BBAS3 e VALE3 neste ano).


- evitarei trades pois meu conhecimento na área é bastante limitado e caso observe alguma possibilidade de ganho talvez possa incluir algo em torno de 1% a 2 % do valor da carteira - no máximo.

- minha meta de patrimônio para o final de 2014 é de 1 milhão (1.1 sendo a meta ideal).




Para atingir a independência financeira eu calculo ser necessário pelo menos  R$ 3 milhões em investimentos.

Porcentual atingido para IF (baseado na ideia do Bons Dividendos) 28,59%
Investimentos/salário liquido :50,45
Investimentos/gastos mensais : 214,45



OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico apenas métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 12/2013


- além do aporte extra que comentei no post passado, também fiz meu aporte regular com dinheiro do meu salário mensal:comprei 200 BBAS3, 200 ITUB3, 300 GRND3.

- ainda mantenho minha opinião que penso ser mais fácil encontrar bons ativos com preços satisfatórios durante períodos de queda ou estabilidade da bolsa, comparados aos períodos de alta/euforia (apesar de fazer bem ao ego ver seus ativos subindo sem parar).


- a carteira de ações final  em 2013 ficou assim (já inclusos os últimos aportes):


BBAS3 9977
BBDC3 2248
ITUB3 1080
ITSA4 4824
CIEL3 480
VALE3 4434
VALE5 200
PETR4 3983
CMIG3 2062
GETI3 2300
ETER3 4600
CCRO3 1500
CRUZ3 1300
GRND3 1100
SBSP3 200


- basicamente a estratégia do ano foi :

- estudar novas ações que eram compatíveis minha estratégia (empresas lucrativas visando mantê-las por um longo período), iniciar com compras pequenas e aumentar gradativamente a posição se considerasse o preço interessante.
- reinvestir  todos os dividendos recebidos em ações (não necessariamente na ação que gerou o dividendo).
- comprar preferencialmente ações com tag along(ON se possível).
- apesar de possuir 2 ações com grande peso na carteira (BBAS3 e VALE3) quero ter pelo menos 2-3% de peso para cada uma das ações escolhidas(5 a 10% considero o ideal).
- evitar comprar ações ruins visando trades/ficar rodando dinheiro pois penso que ainda sei pouco sobre o assunto e não tenho um método para tais procedimentos.
- gastar menos com supérfluos e tranqueiras e mais com conforto.
- investir a maior parte do dinheiro ganho do salário(fixo) e tentar usar os dos trabalhos extras para pagar os gastos diários.
- manter low profile.
- PETR4 ainda continua parecendo aquela garota feia que depois de tanto tempo junto você se acostuma.




- uma das series que mais gostava acabou com esta música.







- achei muito bem feita esta abertura alternativa criada por um fã.




BREAKING BAD - Intro from Benni Meier on Vimeo.




OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico apenas métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.

sábado, 14 de dezembro de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte extra 12/2013


- desde a ultima postagem o preço de várias ações que considero boas caíram bastante em comparação aos últimos meses; deste modo resolvi sair de um investimento verde que eu possuía e comprei mais ações,rebalanceando alguns setores que compõem minha carteira.

- as compras foram:

1000 CMIG3
1000 CRUZ3
500 CCRO3
600 GRND3

- estas ações já faziam parte da minha carteira e penso que têm boa probabilidade de seguirem com características positivas que considero condizentes com meus investimentos visando longo prazo.


PS: posteriormente irei fazer o fechamento do ano com o aporte regular para fins de controle para entrar no ranking do Victor (blog invest and survive) do próximo ano.






OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico apenas métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 11/2013


- os balanços do terceiro trimestre das empresas que possuo já foram todos publicados e com exceção da PETR4 (teve lucro mas pelo tamanho da empresa foi bastante fraco) todas ficaram dentro das expectativas, portanto meu plano de investimento segue o mesmo.

- o índice Bovespa junto com os preços das ações continuam andando de lado (com alguma queda), deste modo algumas ações estão voltando a ter preços bem atrativos (mesmo com divulgação de resultado do trimestre bem satisfatório).Neste mês escolhi aumentar um pouco mais minhas posições em setores defensivos e comprei CMIG3, GETI3 e CCRO3.

- considerando a carteira (sem aportes do mês) comparado ao mês(postagem) anterior, obtive diminuição de 3,6% (29,1k)- os dividendos eu não conto na rentabilidade (somo eles ao aporte mensal proveniente do meu salário).

- mantive o patamar dos 800k as custas do aporte.




- um adendo:

- não gosto de ficar comentando sobre investimentos alheios, mas nos últimos meses na blogosfera estou observando um comportamento de "ficar rodando a carteira" devido a queda de preço das ações.Ressalto que ação é basicamente uma fração da empresa (um pedacinho dela) e que no curto prazo reflete não somente os fundamentos dela mas também histeria a ruídos do mercado e imprensa (ou seja mesmo sendo uma empresa com bons/maus fundamentos ele pode cair, subir ou se manter estável - quando o esperado era que as com bons fundamentos subiriam e as ruins cairiam - obvio não é?).

- não tenho muita experiência com trades, mas quando você o faz deve realizar uma análise de tendencia (você pode ganhar tanto na queda quando na alta), deve manter um controle de risco (stop) da operação e somente operar dinheiro que não é fundamental para sua subsistência (deve considerar que pode perder todo o dinheiro investido).

- no buy and hold, você essencialmente compra ações de empresas com bons fundamentos (lucro é o principal critério), pois você aumenta seu capital seja através de dividendos/JCP distribuídos ou da incorporação do lucro ao capital social da empresa; no longo prazo este acumulo aumenta exponencialmente se você reinvestir estes ganhos (no caso do lucro ser incorporado ao capital da empresa ela o faz para você) devido a teoria dos juros compostos.

- o que vem ocorrendo é que muitos se desesperam pelas variações diárias de preço das ações sem estes estarem relacionados com alteração de fundamentos da empresa (ou seja o valor da empresa) e ficam pulando de uma ação para outra:toda vez que você fica mudando seu dinheiro de lugar você é taxado por impostos, corretagem ou inflação (a ultima é a maior socialização de perdas que existe);fazendo a alegria dos intermediários (corretoras e governo) e ficando com cada vez menos valor na carteira.

- tenho pouco tempo como investidor em ações (cerca 7 anos) e sinto falta da opinião dos mais experientes que já saíram da blogosfera, mas posso dizer que quanto maior o tempo que você permanece com uma ação com bons fundamentos(lucros) maior será seu aumento de valor e consequentemente aumento de capital total;vou exemplificar com minha carteira de ações inicial (nunca vendi nada dela só aumentei com o passar do tempo) e seus preços médios do primeiro ano(BBAS3 16,80, BBDC3 18,60 ,ITUB3 20,90,VALE3 23,30,PETR4 19,80) o que seriam valores ridículos hoje (eu não estou contando os dividendos, mas nestes 7 anos foram muitos que acabaram sendo reinvestidos aumentando ainda mais o tamanho da carteira).

- já tive um monte de porcarias na carteira:Banco Panamericano, Tam, Abyara, CSU e outras nem tão ruins como Random,Marcopolo, Bmf, Bovespa, com nenhuma tive prejuizo maior que 10% e na maioria tive algum lucro -  porém pequeno, só que o custo de oportunidade (se tivesse somente investido nas empresas que considero "core" da carteira com certeza teria muito mais hoje - estes investimentos "lixos" nunca passaram de 10% da carteira e foram todas convertidas em BBDC3 no final), o único ganho com estes investimentos furados foi o aprendizado (o nervo mais sensível do ser humano se localiza no bolso) com a conclusão que no longo prazo é possível ter ganhos expressivos desde que os investimentos sempre sejam em empresas lucrativas.

- por ultimo vou exemplificar um ocorrido com uma empresa da minha carteira:VALE3 (minha posição nela é maior que muitas carteiras inteiras do pessoal da blogosfera):
no 4T12 teve um prejuízo - por ajustes contabeis (sem efeito caixa), acendeu um alerta e fiquei de olho no 1T13 que veio com um lucro dentro do normal, novamente teve um ajuste contabil(sem efeito caixa) no 2T13 e teve um lucro bem baixo pelo tamanho da empresa , novamente liguei o alerta e no 3T13 teve um lucro bom, em nenhum momento fiquei desesperado nem fiquei rodando dinheiro: a empresa continua sendo lucrativa apesar das baixas contábeis e continua colocando dinheiro no meu bolso através dos dividendos ou através de crescimento com investimentos nela mesma(aumento de produção).




Minha carteira:



BBAS3 9777
BBDC3 2248
ITUB3 880
ITSA4 4824
CIEL3 480
VALE3 4434
VALE5 200
PETR4 3983
CMIG3 762
GETI3 2000
ETER3 4600
CCRO3 700
CRUZ3 300
GRND3 200
SBSP3 200



Aportes do mês (incluindo reinvestimento de dividendos):


300 CMIG3
300 GETI3
300 CCRO3


total R$ 16.500,00



total de investimentos:R$ 801.600,00



Para atingir a independência financeira eu calculo ser necessário pelo menos  R$ 3 milhões em investimentos.

Porcentual atingido para IF (baseado na ideia do Bons Dividendos) %26,7%
Investimentos/salário liquido :50,1
Investimentos/gastos mensais :267







OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.




sexta-feira, 18 de outubro de 2013

[Investimentos pessoais]Rentabilidade carteira 01/2013 - 10/2013

- eu geralmente não fico calculando a rentabilidade de minha carteira (na verdade guardo todos os relatórios e vejo somente quando faço meu imposto de renda), mas este mês consegui atingir a minha meta de investimentos em ações do ano (800K) e fiquei pensando comigo mesmo :será que atingiria este valor em outras aplicações com menor risco (está tudo na bolsa)?

- valor da carteira em 02/01/2013 R$ 508.800,00
- valor da carteira em 18/10/2013 R$ 828.200,00 + R$ 3.800,00 (dividendos da Vale que ficou ex hoje)

- neste quesito realmente estou satisfeito pois tive um aumento bruto de 62% do volume total (319,4k+3,8k), mas esmiuçando os números a conta fica mais realista:
*os custos de corretagem e custódia já estão inclusos

retirando os aportes R$ 238.000,00 (100k vieram de uma negociação extra - não recorrente)

sobra:

valorização da carteira R$ 48.900,00 (5,9%)
reinvestimento de dividendos R$ 32.500,00 +R$ 3.800,00  - a receber da Vale (4,3%)

ou seja rentabilidade de 10,2% ate agora (10 meses)

- alguns números para comparação:

Ibovespa 02/01/2013 62.550
Ibovespa 18/10/2013 55.378
queda de 11,5%
- ok, estou acima do índice porém é muito importante ressaltar que o mesmo está muito contaminado por lixos X neste ano ( e mesmo porque Ibovespa não dá lucro nem distribui dividendos).

inflação acumulada 6%
rendimento poupança acumulada 4,5%
- basicamente somente ganhei da inflação exatamente aquilo que reinvesti de dividendos - 4,2% (o que comprova aquele mantra sempre repetido que uma carteira de investimentos só aumenta de valor se a pessoa reinvestir os dividendos).
- repare que a poupança está perdendo da inflação (rendimento liquido negativo), corroborando que a mesma só serve para usar como local para colchão de segurança (NÃO é investimento).

- ao meu ver, neste ano eu não realizei nenhum erro grave como investidor (não comprei nenhuma ação com fundamentos ruins - exceto um pequeno trade com menos de 1% do meu capital - e que foi lucrativo) e meu rendimento acima da inflação foi somente aquilo que a disciplina manteve (reinvestimento de dividendos).


- algumas conclusões:

- eu considero independência financeira o dia em que eu "me comprar" = rendimentos dos investimentos sejam iguais (mínimo) ao meu salário líquido; tenho como media recebida de dividendos R$3.600 por mês portanto para igualar meu salário teria que receber 4 vezes este valor, chegando ao número mágico de 3 milhões de investimentos para esta meta (mínimo).

- NÃO é possível viver de dividendos a não ser que possua uma vasta quantia de ações acumuladas (nenhuma das minhas ações/empresas deu prejuízo,/quebrou e a valorização somente acompanhou a inflação), sem disciplina de reinvestimento estaria no zero a zero.

- tentei investir somente em ações com bons fundamentos e resultados sólídos e tive um ganho real de 4.2% até esta data (10 meses), não cometi nenhum erro grosseiro mas cheguei a conclusão que fazer a bola de neve crescer demanda extrema dedicação em manter o plano (trabalhar, poupar e SEMPRE reinvestir dividendos).

- trabalhar e ser um profissional competente demanda tempo e dedicação, poupar dinheiro requer bom nível de consciência e auto controle, investir de forma que bola de neve cresça acima da inflação requer elevado grau de disciplina - o caminho é longo, íngreme e tortuoso, realmente fico pensando como ainda sou fraco e pequeno neste mundo, aumentando ainda mais o meu respeito para quem já chegou lá.






OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.


terça-feira, 15 de outubro de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 10/2013


- no começo deste mês eu tive um gasto não programado - ajudei minha família (equivalente a 1 mês de salário) e tive que recorrer ao dinheiro que seria reinvestido dos dividendos,venda de ações especulativas  e parte do meu colchão de segurança(ao menos era um problema que o dinheiro resolveu completamente, portanto apenas considerarei um pequeno percalço no caminho do meu crescimento como investidor), meus aportes ficarão um pouco menores até recompor o dinheiro pego do colchão de segurança.

- neste mês, várias ações que eu já invisto subiram bastante e como a aplicação seria menor eu escolhi uma ação defensiva e 2 novas para entrar na carteira (já tinha algum tempo que estava de olho nelas ): comprei 200 CMIG3, 200 GRND3 e 200 SBSP3.Estas pequenas posições (cerca de 0.5% do valor da carteira cada) serão aumentadas caso mantenham bons resultados.Das empresas que considero boas  faltam Ambev e Eztec(setor péssimo) para entrar na minha carteira.

- de modo geral estou bastante satisfeito como minha carteira de ações está se comportando e não tenho intenção de vender mais nada no momento;também estou aguardando os resultados do terceiro trimestre que deverão ser anunciados em breve.

- considerando a carteira (sem aportes do mês) comparado ao mês(postagem) anterior, obtive aumento de 4% (30,7k)- os dividendos eu não conto na rentabilidade (somo eles ao aporte mensal proveniente do meu salário).

- na soma total do ano já ultrapassei a barreira dos 800k que era minha meta elevada do ano.Ano que vem,se tudo der certo, miro no primeiro milhão em investimentos (ações).


Minha carteira:



BBAS3 9777
BBDC3 2248
ITUB3 880
ITSA4 4824
CIEL3 480
VALE3 4434
VALE5 200
PETR4 3983
CMIG3 562
GETI3 2000
ETER3 4600
CCRO3 700
CRUZ3 300


Aportes do mês (incluindo reinvestimento de dividendos):


200 CMIG3
200 GRND3
200 SBSP3


total R$ 12.600,00



total de investimentos:R$ 814.200,00



Para atingir a independência financeira eu calculo ser necessário pelo menos  R$ 3 milhões em investimentos.

Porcentual atingido para IF (baseado na ideia do Bons Dividendos) :27,14%
Investimentos/salário liquido :50,9
Investimentos/gastos mensais :271






OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.



terça-feira, 17 de setembro de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 09/2013


-neste mês eu limpei minha carteira dos investimentos especulativos (vendi CARD3, CSNA3, OGXP3), devido principalmente ao preço de entrada da CSNA3 obtive ganho satisfatório - 14% do dinheiro investido nas 3 - considero capital para especular entre 0.5 a 1% do meu total investido em ações (ainda estou pensando se aumento um pouco meu colchão de segurança ou se compro mais ações que sigam mais meu modo habitual de investimento).

- com o dinheiro do salário eu comprei BBAS3, CCRO3,CMIG3 (todas já fazem parte de minha carteira de ações e tenho bastante segurança nestas aquisições), com o Ibovespa tendo aumentado nos últimos dias as compras com ótimos preços ficam dependendo de uma análise mais criteriosa (estou considerando investir em AMBV3 e GRND3 nos próximos aportes)-tenho mais segurança nos investimentos em períodos de queda ou quando índice anda de lado.

- apesar da alta concentração da carteira em 2 setores(financeiro e commodities); a considero numa conformação que me mantem bastante seguro para o longo prazo (tanto dividendos quanto crescimento).

- considerando a carteira (sem aportes do mês) comparado ao mês(postagem) anterior, obtive aumento de 6,2% (44,1k)- os dividendos eu não conto na rentabilidade (somo eles ao aporte mensal proveniente do meu salário).



Minha carteira:



BBAS3 9577
BBDC3 2248
ITUB3 880
ITSA4 4824
CIEL3 480
VALE3 4434
VALE5 200
PETR4 3983
CMIG3 262
GETI3 2000
ETER3 4600
CCRO3 400
CRUZ3 300


Aportes do mês (incluindo reinvestimento de dividendos):


200 BBAS3
300 CMIG3
300 CCRO3


total R$ 15.900,00


Vendas do mês


100 CARD3
500 CSNA3
300 OGXP3



total de investimentos:R$ 770.800,00



Para atingir a independência financeira eu calculo ser necessário pelo menos  R$ 3 milhões em investimentos.

Porcentual atingido para IF (baseado na ideia do Bons Dividendos) :25,7%
Investimentos/salário liquido :48,17
Investimentos/gastos mensais :257







OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.






sábado, 31 de agosto de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 08/2013 - reinvestimento de dividendos


- hoje foi creditado na minha conta  dividendos provenientes principalmente de BBAS3 e PETR4, o valor foi significativo portanto resolvi não esperar acumular com meu salário mensal para reinvestir como faço todo mês.

- com o dinheiro em caixa adquiri 600 ITSA4 e 600 ETER3 (já havia comprado 400 BBAS3 e 400 GETI3 com os aportes mensais regulares).

- com este aporte atingi a meta mínima do ano - 700k em investimentos (tenho mais 4 meses de aportes para chegar na meta média - 750k e alta - 800k).



Minha carteira:



BBAS3 9577
BBDC3 2248
ITUB3 880
ITSA4 4224
CIEL3 480
VALE3 4434
VALE5 200
PETR4 3983
CMIG3 262
GETI3 2000
ETER3 4000
CCRO3 400
CRUZ3 300
CARD3 100
CSNA3 500
OGXP3 300



Novos aportes do mês (reinvestimento de dividendos):


600 ETER3
600 ITSA4


total R$ 10.100 ,00



total de investimentos:R$ 710.800,00




Para atingir a minha independência financeira eu calculo ser necessário pelo menos  R$ 3 milhões em investimentos.

Porcentual atingido para IF (baseado na ideia do Bons Dividendos) : 23,69%
Investimentos/salário liquido : 44,41
Investimentos/gastos mensais : 236,9








OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.



quarta-feira, 21 de agosto de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 08/2013


- no ultimo mês várias empresas publicaram seus balanços do segundo trimestre; as relevantes que compõem minha carteira tiveram um resultado bastante satisfatório no geral sendo que destacaria BBAS3 com seu enorme ganho não recorrente proveniente do IPO do BBSE3 (e gordos dividendos caindo no final do mês) e do balanço estranho da VALE3/VALE5 com bom resultado operacional porém novamente contaminado por ajustes contábeis (vou ficar atento para ver se estas alterações irão afetar o desempenho da empresa).Os dividendos deverão começar a cair na minha conta no fim do mês (o que me ajudará a realizar um aporte melhor em setembro).

- os investimentos "lixo/guimba de charuto" (preço menor que 1% da carteira):CARD3(comprado com moedas que juntei), CSNA3, OGXP3 (resto de um trade tosco que fiz - que deixou com preço médio de R$0,30),estão com preço acima do aporte inicial (acho que vou vender e comprar algo melhor).

- neste mês comprei BBAS3 e GETI3; a duas empresas continuam com bons fundamentos e queria aumentar um pouco em alguma empresa do setor elétrico (fiquei entre GETI3 e CMIG3 - talvez invista na última no próximo aporte).

- considerando a carteira (sem aportes do mês) comparado a julho obtive aumento de 3,5% (22,8k)- os dividendos eu não conto na rentabilidade (somo eles ao aporte mensal proveniente do meu salário).

- estou bastante satisfeito com a forma que minha carteira está sendo moldada pois os dividendos/JCP estão se tornando relevantes no aumento dos aportes mensais(potencialização de juros compostos).




Minha carteira:



BBAS3 9177
BBDC3 2248
ITUB3 880
ITSA4 4224
CIEL3 480
VALE3 4434
VALE5 200
PETR4 3983
CMIG3 262
GETI3 1600
ETER3 4000
CCRO3 400
CRUZ3 300
CARD3 100
CSNA3 500
OGXP3 300



Aportes do mês (incluindo reinvestimento de dividendos):


400 BBAS3
400 GETI3


total R$ 16.400 ,00



total de investimentos:R$ 691.800,00




Para atingir a independência financeira eu calculo ser necessário pelo menos uns R$ 3 milhões em investimentos.

Porcentual atingido para IF (baseado na ideia do Bons Dividendos) : 23,06%
Investimentos/salário liquido : 43,23
Investimentos/gastos mensais : 230,6








OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.





segunda-feira, 15 de julho de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 07/2013


- mais um mês com o índice Bovespa em queda (parece até 2008-2009): várias ações com bons fundamentos e preços extremamente interessantes (fica até difícil escolher dentre tantas opções), como não preciso do dinheiro das ações no curto-médio prazo tento aumentar o máximo possível o tamanho da carteira (comprar o maior número possível de ações das boas empresas); como o faço?Sou bastante frugal (comparado com minha renda) e gasto cerca de 15-20% do salário líquido para me manter (cerca de 2-3k por mês), caso tenha algum ganho extra uso este dinheiro para me manter e guardo o do salário (tem meses que consigo guardar 100% do salário fixo), sou adepto da ideia de que gastar com conforto é barato, gastar com luxo é caro.

- este mês comprei BBAS3,ITSA4 eVALE5, a última foge um pouco dos meus padrões pois geralmente só compro ações com tag along (caracteristica que considero fundamental quando se visa o longo prazo nos investimentos - vide caso Aracruz com os minoritários), porém como a Vale é uma empresa com pouquíssimas chances de mudança de controle (principalmente pelas golden share detidas pelo governo), os dividendos das PN e ON são os mesmos e que a diferença de preço entre as duas está mais acentuada que o usual (cerca de 10%) eu decidi investir nas PN (se a diferença voltar a ser pequena continuo comprando as ON).

- passados mais de metade dos meses do ano eu sempre vejo minhas metas estipuladas : o mínimo do ano seria acumular pelo menos 100k (já o fiz), tinha uma meta elevada de fechar o ano com 800k na carteira de investimentos (somente as ações, os outros investimentos não entram na conta), porém com a queda generalizada dos preços das ações acho que algo entre 700-750k estará muito bom, para o próximo ano tinha e mantenho a intenção de fechar 2014 com 1kk em investimentos com ações.

- considerando a carteira (sem os aportes) comparado com mês passado tive queda de 3.61% (-24k).

- agora é aguardar o início da temporada de balanços do segundo trimestre.


Minha carteira:



BBAS3 8777
BBDC3 2248
ITUB3 880 (teve bonificação 10%)
ITSA4 3724
CIEL3 480
VALE3 4434
PETR4 3983
CMIG3 262
GETI3 1600
ETER3 4000
CCRO3 400
CRUZ3 300
CARD3 100
CSNA3 500
OGXP3 300



Aportes do mês (incluindo reinvestimento de dividendos):



200 VALE5
400 BBAS3
500 ITSA4


total R$ 18.100,00



total de investimentos:R$ 652.600,00




Para atingir a independência financeira eu calculo ser necessário pelo menos uns R$ 3 milhões em investimentos.

Porcentual atingido para IF (baseado na ideia do Bons Dividendos) : 21,75%
Investimentos/salário liquido : 40,78
Investimentos/gastos mensais : 217,5










OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.





terça-feira, 25 de junho de 2013

[Educação financeira]Programa de recompra de ações


- um assunto interessante ao investidor de longo prazo em ações é o programa de recompra que muitas empresas executam.

- lembrando que uma empresa listada em bolsa de valores (Bovespa no caso brasileiro), possui ações e estas são frações da empresas que são negociadas diariamente (como se a empresa fosse um bolo e cada ação fosse um pedacinho dele - pode ser divido em qualquer fração de acordo com o que melhor servir aos interesses da empresa - desde milhares ate alguns bilhões de frações/ações).

- a função primordial de qualquer empresa é gerar lucro aos seus acionistas, este lucro pode ser reinvestido na própria empresa procurando crescimento no longo prazo, usado para comprar outras empresas ou distribuído aos seus acionistas na forma de dividendos/juros sobre capital próprio ou na recompra de ações.

- digamos que a empresa ZZ (codigo de ação ZZZZ3) seja dividida em 10.000 ações e que cada ação custe R$ 20,00 (ou seja o preço da empresa na bolsa seja de R$200.000,00) e que ela lucre liquido R$20.000,00 por ano (R$2,00 por ação); o investidor de exemplo tem 1.000 ações ZZZZ3 (10% das ações).O plano de uso deste lucro será R$5.000,00 em reinvestimentos na empresa (compra de maquinário mais eficiente por exemplo) R$5.000,00 de dividendos aos acionistas (R$0,50 por ação)e R$10.000,00 para recompra de ações (ou seja ela recomprará 500 ações - contando o preço de R$20,00 estipulado inicialmente).

- as ações recompradas pela empresa vão para a sua tesouraria e podem ter 2 destinos:serem revendidas  posteriormente ou canceladas, enquanto não seguem para um dos 2 destinos estas ações não terão dividendos distribuídos ou seja a parcela de cada acionista remanescente fica maior (o lucro distribuído seria entre 9.500 ações e não 10.000) e se as ações na tesouraria forem canceladas a participação proporcional aumentaria - o investidor exemplo com 1.000 ações ZZZZ3 teria aumento na participação pois não são mais 10.000 ações mais sim 9.500 após este evento (10,52% ao invés de 10% anteriores).Repare que em nenhum momento o acionista exemplo investiu mais dinheiro além daquele utilizado na compra das ações.

- então sempre que uma empresa inicia programa de recompra de ações é bom para o acionista?Infelizmente não.O programa de recompra de ações é benéfico quando a empresa não possui mais modos eficientes de melhorar produção e eficiência (crescer no mercado por exemplo), não consegue ter a oportunidade de adquirir um concorrente e tenha sobra de caixa; uma empresa com descontrole de dividas, capacidade de crescimento com melhorias de eficiência através de investimentos ou quando o próprio preço da ação encontra-se extremamente elevado não apresenta benefício ao acionista no programa de recompras.








OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.





sexta-feira, 14 de junho de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 06/2013


- desde a minha ultima postagem sobre aportes o iBovespa oscilou bastante para baixo, muitos que não estão acostumados a estas grandes variações negativas ficam bastante angustiados ao ver seu patrimônio cair de preço, pessoalmente vejo que a grande maioria das empresas de qualidade não perderam seu valor portanto abre-se uma janela de oportunidade para adquirir mais ações com um custo unitário menor (nesses momentos realmente gostaria de possuir mais capital para investir). É importante manter o plano de investimentos sempre (e nunca investir em ações dinheiro que precise resgatar em breve).

- no mês passado trabalhei mais e tive alguns extras, portanto o pagamento foi maior e pude realizar aporte bastante satisfatório (somado com os dividendos recebidos) - não chega ao patamar de um Bons Dividendos ou Heavy Metal mas fico bastante orgulhoso por aportar o dobro da minha meta (para não falar que não gastei nada a mais do que o habitual comprei alguns jogos de PS3 que me interessaram:God of War:Ascension, Skyrim e The Last of Us - ainda não comecei eles por estar muito ocupado no trabalho e zerei completamente o Dark Souls primeiro).

- novamente escolhi BBAS3 e VALE3 para comprar e aumentar posição na carteira, uma boa noticia recente é que o Banco do Brasil vai novamente realizar recompra de ações (penso em criar um tópico para discutir como isto beneficia o acionista no longo prazo).



Minha carteira:



BBAS3 8377
BBDC3 2248
ITUB3 800
ITSA4 3724
CIEL3 480
VALE3 4034
PETR4 3983
CMIG3 262
GETI3 1600
ETER3 4000
CCRO3 400
CRUZ3 300
CARD3 100
CSNA3 500
OGXP3 300



Aportes do mês:



400 VALE3
400 BBAS3

total R$ 21.230,00



total de investimentos:R$ 658.245,00




Para atingir a independência financeira eu calculo ser necessário pelo menos uns R$ 3 milhões em investimentos.

Porcentual atingido para IF (baseado na ideia do Bons Dividendos) : 21,94%
Investimentos/salário liquido : 41,14
Investimentos/gastos mensais : 219,4










OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.


domingo, 2 de junho de 2013

[Educação financeira]Videos free lunch / consumo x produção


- 2 videos rápidos sobre economia (em inglês): discutem a idéia que não existe almoço grátis e que é a produção e poupança que levam ao crescimento de uma nação (não o consumo).












quinta-feira, 16 de maio de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 05/2013



- mais um mês passou e a bolsa continua andando de lado:aproveitei novamente para comprar VALE3 e BBAS3.

- ITSA4 teve bonificação e opção de subscrição de ações a um preço menor que o valor de mercado (94 ao todo já deixei a ordem de subscrição - que é de R$6,50 cada).

- tinha comprado um pouquinho de OGXP3 mês passado e teve uma alta boa:vendi parte do que tinha comprado até quase pagar totalmente o custo da aquisição (o que restou -  300 ações ficaram com custo próximo a R$0,33 cada - não é uma técnica boa de investimento mas como aconteceu eu a fiz assim mesmo).

- vários balanços trimestrais de empresas que possuo ações foram divulgados e em geral fiquei bastante satisfeito com os resultados, a unica que achei ruim  foi da CSN que entrou mês passado na carteira (mas como e guimba de charuto vou esperar mais um tempo).

- um fato interessante é que como eu sou bem econômico nos gastos mensais fixos já consigo cobrir estes  com os rendimentos da carteira (porém não o faço e uso o dinheiro dos rendimentos para comprar mais ações o que da quase 1 lote de VALE3 no preço atual - o que pensando bem é muito bom pois só com estas compras ja aumentariam cerca de 1.000 papeis bons em 1 ano na minha carteira), porém estou bem longe da meta que é 3kk de investimentos em ações no mínimo (o que renderia o equivalente do meu salário liquido atual).





Minha carteira:



BBAS3 8177
BBDC3 2248
ITUB3 800
ITSA4 3630
CIEL3 480
VALE3 3634
PETR4 3983
CMIG3 262
GETI3 1600
ETER3 4000
CCRO3 400
CRUZ3 300
CARD3 100
CSNA3 500
OGXP3 300



Aportes do mês:



400 VALE3
200 BBAS3
94 ITSA4(exerci opção de subscrição)



Venda:


700 OGXP3



total de investimentos:R$ 678.100,00



Para atingir a independência financeira eu calculo ser necessário pelo menos uns R$ 3 milhões em investimentos.

Porcentual atingido para IF (baseado na ideia do Bons Dividendos) : 22,6%
Investimentos/salário liquido : 42,38
Investimentos/gastos mensais : 226,03









- o vídeo abaixo além de engraçado foi bem nostalgia:








OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.







sexta-feira, 19 de abril de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 04/2013



- eu criei este blog para melhorar minhas ideias sobre investimentos e discussão sobre o assunto (eu tinha outro que fechei pois havia começado alguns supostos ataques para identificação de donos  blogs - lá continha algumas informações que era melhor não ter apresentado pois poderia me identificar - principalmente conhecidos), inicialmente eu não iria divulgar minha carteira mas sem discutir ela e os aportes acaba tirando um pouco do animo de escrever; como o ambiente da blogosfera ficou mais estável eu vou voltar a divulgar minha carteira de ações - outros investimentos eu não vou comentar pois pode sair alguma informação que possa revelar quem sou.

- mais um mês se foi e a iBovespa continua igual a caranguejo (andando de lado - até para trás),algumas ações apanharam bastante nestes últimos dias (algumas por terem tido resultados aquém do esperado ano passado , outras por ruídos fora do contexto produtivo).

- novamente comprei ações da Vale neste aporte (VALE3) pois ainda penso que seus fundamentos não foram afetados pela crise e os ruidos causados pelo julgamento no STF causaram queda no preço dos papeis.

- tive um ganho extra  fora do esperado neste mês e resolvi comprar algumas ações fora do habitual (normalmente invisto em blue chips - estas estão mais para categoria guimba de charuto) que penso terem caído mais do que o justificado pelos maus resultados:CSNA3  e OGXP3, apesar da posição somada das 2 ser baixa (cerca de 0,7% da minha carteira), dinheiro sempre deve ser tratado com respeito porém neste patamar de preços vejo chances de ganhos acima da minha media na carteira (posso estar completamente errado e adicionar estas aquisições aos erros já cometidos) e verei se estas guimbas de charuto apresentarão seu valor.



Minha carteira:



BBAS3 8177
BBDC3 2247
ITUB3 800
ITSA4 3300
CIEL3 400
VALE3 3134
PETR4 3983
CMIG3 233
GETI3 1600
ETER3 4000
CCRO3 400
CRUZ3 300
CARD3 100


Aportes do mês:


500 VALE3



Compras "guimba de charuto":


500 CSNA3
1000 OGXP3



total de investimentos:R$ 659.757,00



Para atingir a independência financeira eu calculo ser necessário pelo menos uns R$ 3 milhões em investimentos.

Porcentual atingido para IF (baseado na ideia do Bons Dividendos) : 22%
Investimentos/salário liquido : 41,23
Investimentos/gastos mensais : 219,90










OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.






quinta-feira, 28 de março de 2013

[Educação financeira]Too big to fail


- entendo que a expressão "too big to fail" é utilizada para denominar empresas cuja importância econômica no país (até mesmo mundo) tornou-se tão grande que seu fracasso (falência) poderia significar a quebra de todo o sistema financeiro/produtivo da área de influencia, portanto tecnicamente seriam as empresas "inquebráveis"- pois qualquer que fosse o custo para salva-las (normalmente quando ocorre esta ameça ela seria bancado pelo governo - depois o custo seria socializado para população através de impostos/uso de recursos que seriam destinados a outras áreas/inflção) pois este preço seria menor que o gasto decorrente da quebra da empresa e seus efeitos secundários.

- não tenho intenção de indicar investimento nestas empresas, apenas quero abrir uma nova discussão sobre o assunto - e se algum dia acontecer de algumas destas empresas quebrarem você irá perder muito do seu patrimônio, não importa aonde ele esteja alocado.

- no Brasil penso que temos 5 empresas too big to fail : Petrobras, Vale, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú.Vou apresentar alguns argumentos que penso serem relevantes :


Petrobras

- empresa ligada a prospecção, refino, distribuição de petróleo e petroquímica.
- basicamente toda a cadeia produtiva é dependente direta ou indiretamente de combustíveis (matéria prima, transporte por exemplo), quanto maior dependência de petróleo importado for a de um pais maior será sua vulnerabilidade a crises externas - eventos de alteração brusca no preço pode gerar eventos como inflação elevada, recessão.
- por mais mal administrada e não ser mais auto suficiente na produção/consumo de petróleo, a empresa é uma salvaguarda do país da dependência de importação de petróleo (e das grandes crises externas).


Vale

- empresa mineradora com foco principal no minério de ferro (maior produtora do mundo desta commoditie).
- grande parte das reservas internacionais deve-se as exportações da empresa (maioria direcionada para Europa e Asia-principalmente China), se for excluído a influencia da Vale no saldo comercial do país com exterior tornaria-se negativo(ao invés do positivo) - mesmo com a queda do preço do minério nos últimos anos.Sem as divisas trazidas pelas exportações da empresa o país já teria quebrado e entrado em moratória há muito tempo na atual crise financeira mundial.


Banco do Brasil/Bradesco/Itaú

- grandes bancos nacionais com ativos (dinheiro sob sua custodia)em torno de 1 trilhão de reais cada (ou seja os 3 juntos tem cerca de quase o PIB de 1 ano do país aos seus cuidados).
- a quantidade  de capital aos cuidados de cada um destes bancos é tão grande (valor absoluto e proporcional aos recursos do país) que basta um deles balançar que todo o sistema financeiro brasileiro cairia (devido a interligação de recursos entre eles) - somente a título de comparação o Fundo Garantidor de Crédito (que é mantido pelas instituições financeiras do pais através de contribuições compulsórias - recentemente atuou na quebra dos bancos Cruzeiro do Sul, BVA) tem recursos de cerca de 30 bilhões de reais.









OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.






segunda-feira, 25 de março de 2013

[Educação financeira]Juros compostos através dos dividendos


- continuando as discussões sobre investimentos em renda variável (ações), hoje falarei sobre reinvestimentos dos dividendos.

- como já discuti anteriormente as empresas distribuem parte de seu lucro aos acionistas em forma de dividendos e juros sobre capital próprio (normalmente é de pelo menos 25% dos lucros, algumas empresas chegam a quase 100%), também já foi mostrado que este valor é retirado da cotação portanto não é presente.

- a carteira de investimento só cresce se você reinvestir este dinheiro (se não o fizer e gastar os proventos mesmo que sua carteira tenha somente empresas boas e lucrativas ela aumentará pouquíssimo de valor)-normalmente comprando mais ações (estas novas ações também distribuirão dividendos/JCP o que potencializa o poder de ganho).

- vamos exemplificar:

a empresa cuja ação ZZZZ3 tenha um DY (dividend yeld - taxa de distribuição de dividendos) de 5% ao ano; ou seja ela distribui 5% do seu preço em dividendos/JCP e você tenha inicialmente 1000 papéis dela e recompre exclusivamente os mesmo tipos de papéis (ZZZZ3).vou excluir as frações.

inicio :  1000 ações
ano1:  1000 +50 total 1050
ano2 : 1050 +52 total 1102
ano3 : 1102 +55 total 1157
ano4 : 1157 +58 total 1215
ano5 : 1215 +60 total 1275
ano6:  1275 +64 total 1339
ano7:  1339 +67 total 1406
ano8:  1406 +70 total 1476
ano9:  1476 +74 total 1550
ano10:  1550 +77 total 1627

ou seja apos 10 anos de reinvestimentos de ações você terá 62.7% a mais do que o inicial (veja que estou falando de valor e não de preço), sem contar que uma empresa saudável e lucrativa vai ter suas ações aumentadas de preço pela inflação, aumento de produtividade, aumento de patrimônio por retenção de parte dos lucros e talvez com ganho de market share (participação de mercado).

- gosto de chamar este sistema de dividendos compostos: ações de empresas boas e lucrativas distribuem dividendos que compram mais ações que distribuem mais dividendos ainda (comprando mais ações ainda).

- atente-se que estou somente falando de reinvestimento de proventos, se você acrescentar ao mensalmente parte do seu salário ao reinvestimento a conta melhora muito (principalmente na fase inicial).

- infelizmente é IMPOSSÍVEL replicar este modelo matemático perfeitamente para aplicações em ações.Por quê?As empresas por melhores que sejam passam por períodos de altas e baixas além devido influência de fatores externos alheios ao controle humano (a economia pode ser afetada por fatores climáticos - chuvas/secas, catástrofes naturais ou não-terremoto/atentados terroristas, crises financeiras).Uma forma de minimizar o risco é não investir somente em 1 único papel/setor - eu considero algo entre 5 a 15 ações diferentes como número ideal para ter na carteira (muitos papéis fica demasiadamente difícil de estudar e acompanhar as empresas adequadamente ).Todo investidor por mais cuidado e estudo que tenha vai apresentar perdas.

- eu procedo do seguinte modo:tenho alguns papeis diferentes na carteira quando recebo meu salário invisto parte dele e os proventos das ações em 1 ou 2 ações que penso estar com preços mais atraentes (normalmente já fazem parte da carteira - não acho que na bolsa brasileira tenhamos mais que uns 40 papéis realmente bons) e que estejam com boa performance (empresa lucrando com bons índices financeiros).É muito importante não ficar vendendo suas ações (só o faça se a empresa ficou ruim e dê prejuízo - considero apenas após pelo menos 1 ano de resultados ruins ou mudança brusca como troca de controle societário), o que deve fazer é diluir as empresas que você está pouco satisfeito comprando aquelas que você está muito satisfeito com os resultados.

- um adendo : uma empresa que distribui um grande porcentual de seus dividendos não é necessariamente melhor do que aquela que distribui poucos dividendos (a própria empresa reaplica para aumento de produção/eficiência); por exemplo uma empresa do setor elétrico (que trabalha com concessões) dificilmente conseguirá expandir seus negócios portanto acaba distribuindo quase todos os seus rendimentos aos acionistas, já um bom banco distribui poucos dividendos - geralmente o mínimo -  pois quase sempre terá modos de reaplicar o dinheiro de forma muito eficiente (quase certo que o fará melhor que um investidor amador), pessoalmente penso que o ideal é possuir uma parte da carteira  em empresas que distribuem bastante proventos e outras que focam crescimento - o que é melhor no final : uma vaquinha que sempre produz leite e não engorda muito ou um boi que engorda muito só que leva um bom tempo?Contanto que os 2 sejam saudáveis eu fico com ambos.









OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.






quinta-feira, 14 de março de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 03/2013



- por causa dos ocorridos na blogosfera e para manter certa privacidade opto por não postar valores e a composição total da carteira.

- meus investimentos são centrados em 3 partes : imóveis, ações e renda fixa (menor de todos pois é basicamente colchão de segurança + dinheiro de dividendos que espero juntar com salário do mês para aplicar - fica na poupança), sendo distribuído em 50% imóveis, 45% ações e 5% renda fixa.

- os imóveis praticamente não mudam (só compro algo com grande desconto e a vista - em geral me associo com alguém da minha família para poder ter maior poder de fogo - e entro no custo desespero de quem vende), portanto vou me dedicar a falar mais sobre investimentos em ações (que tende a ter maiores aportes e aumento).

- minha carteira possui ações do setor financeiro, commodities, elétricas e consumo.

- meus critérios de inclusão são : empresas lucrativas (principal), divididas entre distribuidoras de dividendos e as de crescimento (não gosto de pré-operacionais ou turn arounds), sempre levo em consideração a presença de tag along e sempre prefiro as ações ordinárias (com direito a voto), grau de negociação na bolsa (de preferencia procuro empresas que façam parte do índice bovespa, mas este não é critério de exclusão), preferencialmente large e mid caps, sempre levo em consideração grau de governança e respeito ao minoritário (nunca invisto em ações que o controlador ja tenha histórico de ter prejudicado minoritários - pois se você se tornar sócio de empresas cujo controlador é desonesto a chance de ter prejuízo a longo prazo é enorme).

- como podem perceber minha estratégia com ações é direcionado ao buy and hold - visando longo prazo com reinvestimento de dividendos.Já fiz alguns trades mas são raros, também já tive muitas ações ruins na carteira mas felizmente já me desfiz de todas elas (sempre analiso a situação da empresa por trimestre e conforme resultado diluo a participação comprando ações diferentes - se chegar a conclusão que a empresa ficou podre - principalmente maus resultados financeiros por mais de 1 ano - eu vendo sem dó).


- este mês investi o dinheiro do salário + dividendos recebidos(referente ao quarto trimestre do ultimo ano)  na VALE3, que foi selecionado pois sendo uma empresa cíclica (ainda estamos no meio de uma crise financeira mundial)está com o papel bem castigado (mesmo com diminuição de vendas comparadas com outros anos anteriores ainda mantém lucro significativo), outro fator que levou  a queda a ação foram as varias baixas contábeis (limpou vários esqueletos do balanço) do ultimo trimestre que levaram a um prejuízo (a princípio estas baixas contábeis não afetaram o funcionamento da empresa, mas foram ajustados pois projetos futuros não apresentarão retornos como o projetado/desvalorização de ativos -  e a princípio estas baixas contábeis não serão recorrentes).







OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.

segunda-feira, 11 de março de 2013

[Assunto aleatório - vídeo]Como deixar o mar marrom









- o pescador submarino do vídeo teve muito sangue frio durante o ocorrido (este é um tiger shark - umas das especies de tubarão mais agressivas junto do bull shark), no titulo já escrevi qual seria minha reação.

domingo, 10 de março de 2013

[Educação financeira] Vídeo - Money as debt



-eu já tinha visto este bom vídeo no extinto blog da dona Ostra(como o referido blog não existe mais eu resolvi posta-lo).

- o vídeo trata da criação de dinheiro pelos bancos através dos empréstimos a partir de reserva fracionária.







quarta-feira, 6 de março de 2013

[Educação financeira]Dividendos e juros sobre capital próprio



- hoje irei comentar sobre os dividendos e juros sobre capital próprio/JCP (segundo a lei 6.404 de 15/12/1976 referente as Sociedades Anonimas).


http://www.normaslegais.com.br/legislacao/contabil/lei6404_1976.htm



- o que são? para que servem?quais as diferenças?


- as empresas possuem como fim principal a obtenção de lucros para seus acionistas (se a empresa não o faz ela então não está desempenhando seu papel), tanto os dividendos como os juros sobre capital próprio são maneiras de distribuir os lucros das empresas aos seus acionistas.

- os dividendos são parcela dos lucros distribuidos (a empresa já pagou os impostos incidentes) e vão direto aos acionistas sem mais descontos, os juros sobre capital próprio são considerados despesas da empresa e sobre eles são incididos impostos de 15% retidos antes de serem creditados aos acionistas - ou seja impostos são pagos nos 2 modos (mas o dinheiro já é creditado na sua conta com os descontos; a importância de separar estes tipos diferentes de remuneração ocorre na declaração de imposto de renda: dividendos em rendimentos não tributáveis e os JCP em rendimentos tributados exclusivamente na fonte - outros).

- a empresa durante um período mês/trimestre/ano vai acumulando lucros que serão distribuídos aos acionistas, este dinheiro sai da empresa portanto seu valor é descontado de sua cotação na bolsa - ex-dividendos (não são presentes e não caem do céu).

exemplo:
- a empresa DDDD3 cuja ação tem preço de R$50,00 decide distribuir dividendos de R$5 aos acionistas detentores das ações até o dia 31/01/2013 a partir de 01/02/2013 a cotação passa a ser negociada a R$45 (50-5)sendo considerada ex-dividendos.

- se na ação da empresa sempre vai ser descontado o valor dos dividendos de seu preço, então porque o preço nunca fica zero ou mesmo negativo(muitas vezes a empresa até tem seu preço aumentando com o passar do tempo?vou explicar o pulo do gato:

- estipulemos que a empresa DDDD3 tenha 1.000 ações - valor total dela será de 50.000 (vou considerar que este valor seja o mesmo dos investimentos e maquinários dela - valor patrimonial da ação=valor do preço da ação ou seja temos 50.000 investidos em meio produtivo).

- vamos dizer que a empresa tenha 2 carros no valor de 25.000 cada que façam viagens no valor de 35.000 ao total no período de 3 meses (vou ignorar impostos para facilitar contas) digamos que gaste 10.000 com combustível e salario dos motoristas, mais 5.000 de manutenção/depreciaçao dos carros ou seja sobra 20.000 de lucro liquido (dinheiro em caixa) - então aquela empresa de 50.000 (2 carros de 25.000) agora tem 20.000 a mais, e decide então distribuir 5.000 em dividendos aos acionistas (R$5 por ação) então a cotação iria de R$50 para R$45 só que ai ocorre a dinâmica das negociações das ações : se não houvesse aumento a empresa teria 2 carros (50.000)+15.000 em caixa ou seja valor de bens de 65.000 (se pudéssemos comprar as 1.000 ações da empresa teoricamente por 45  seria como comprar R$65 com R$45) só que como não existe almoço grátis em finanças as ações provavelmente já teriam subido e estariam sendo negociadas por um valor próximo de 65.

- penso que com o exemplo conseguimos entender que os dividendos/JCP provém dos lucros da empresa portanto a empresa ser LUCRATIVA é o fator mais importante (se uma empresa que vende fezes de porco tem lucro e outra que produz tablets tem prejuízo - a primeira é muito melhor que a segunda não importa o ramo - só para constar : duas das maiores empresas do país ganham dinheiro cavando montanhas e vendendo pedras vindas do meio da floresta e a outra cava buracos para recolher um liquido tóxico e fedorento de materiais decompostos há muito tempo - principalmente em alto mar).

-quanto as empresas distribuem de dividendos (porcentagem)?

- depende:
- se a empresa tem lucro num trimeste mas prejuizo no resto do ano ela pode não distribuir dividendos, situações diversas (um empresa aérea dona de 1 avião que cai no ultimo dia do ano mesmo sendo lucrativa pode não distribuir dividendos - vai ter que pagar indenizações posteriores e comprar outro avião).

- ok, mas o que ocorre em situações normais?
- depende novamente (existe um conceito um pouco falho que as empresas são obrigadas a distribuir 25% do seu lucro liquido anual aos acionistas - o que não é totalmente verdade).
- na lei citada lá no começo do artigo diz que se a empresa não possui estatuto ela é obrigada a distribuição de 50% do lucro em forma de dividendos.
- na votação pelos acionistas pode-se decidir distribuir até 0% dos lucros ENTRETANTO todos os acionistas devem concordar (ou seja se quisessem passar esta distribuição na assembleia de acionistas deveriam comprar todas as ações dos portadores contrários à idéia), no caso de distribuição de 25% ou mais não é necessario todos concordarem (apenas maioria votante na assembleia do estatuto) - como é mais fácil angariar maioria votante do que totalidade acabou-se adotando como padrão os 25%.

- chato né?E aonde encontro os estatutos das empresas para podermos estudar?

- no site:

http://www.bmfbovespa.com.br/cias-listadas/empresas-listadas/BuscaEmpresaListada.aspx?idioma=pt-br

encontra-se todas as empresas listadas na bolsa de valores e lá tem endereços eletrônicos das empresas no Brasil(depois de entrar no site da empresa procure a setor de RI - relação com investidores que você encontra varias informações pertinentes incluindo estatuto - são informações públicas, você não precisa ser acionista da empresa para poder acessa-las).



- no próximo post financeiro vou discutir como os dividendos fazem o trabalho de juros compostos e se empresas que distribuem mais dividendos são melhores/piores do que as empresas que distribuem pouco.









OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.






terça-feira, 5 de março de 2013

[Link interessante]Relatório anual Berkshire Hathaway




http://www.berkshirehathaway.com/reports.html



- consta no link os relatórios anuais da empresa Berkshire Hathaway (holding controlada pelo investidor Warren Buffett ) desde ano 1995, considero leitura muito interessante para aumento de conhecimentos sobre investimentos sobre ações - são provenientes da própria empresa e estão em inglês.

- para quem não conhece: a empresa é uma holding controladora de várias empresas de grande porte (em sua maioria norte americanas e participações relevantes em ícones como Coca-cola,American Express, Wal-Mart - seu valor de mercado é superior a 200 bi USD - o que seria a titulo de comparação suficiente para comprar a Petrobras e Vale inteiras), seu CEO Warren Buffett (quarta pessoa mais rica do mundo) escreve pessoalmente todo ano um report do desempenho da companhia e sua visão sobre investimentos em geral  (o velhinho consegue explicar assuntos extremamente difíceis com uma linguagem simples e de fácil compreensão - em um destes reports ele mostra sua opinião sobre ouro).










OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.

sexta-feira, 1 de março de 2013

[Educação financeira]Ações



- o foco de discussão hoje são as famigeradas ações (classificadas como investimento em renda variável).


- o que são ações ? elas correspondem a uma fração de uma empresa (divida de modo arbitrário), por exemplo:  se uma empresa possui 1.000 ações e se você possui 10 delas - você é proprietário/dono de 1% da mesma - igual a fatiar um bolo em N pedaços e cada pessoa pode comprar qualquer quantidade de pedaços (limitado pelo dinheiro que possui).

- são negociadas em bolsa de valores : no país existe somente a Bovespa para este tipo de negociação.

- vou usar  como exemplo real a Vale SA (dados provenientes do site da BMFBovespa):
total de ações : 5.365.304.100  (ou seja a empresa foi fatiada neste numero).o código dela é VALE (os códigos de ações negociadas na bolsa de valores brasileira são dados por 4 letras maiúsculas + números que servem para diferenciar o tipo de ação).


- existem tipos diferentes de ações? sim, vou exemplificar:

- ações ON (ordinárias) : são ações que tem poder de voto (1 ação =  1 voto),utilizam o numero 3 para identifica-las : VALE3.

- ações PN (preferenciais) : são ações sem poder de voto, mas possuem algumas vantagens na distribuição dos dividendos (modo do qual empresas repassam seus lucros aos acionistas)- normalmente recebem uma fatia maior de dividendos (conforme estatuto da empresa), utilizam o número 4 ou 5 para identifica-las : VALE5.

- units : são "bloquinhos de ações" geralmente 1 ação ordinária e 2 preferenciais - poucas empresas as utilizam atualmente, utilizam o numero 11 para identifica-las.

- BRDs (brasilian depositary receipts) - certificados de deposito de emissão brasileira de ações estrangeiras negociadas na Brasil (mesmo que a empresa atua no país sua sede é estrangeira - sendo que responde a algumas leis brasileiras mas muitas são baseadas no país-sede), utilizam numero 11.
OBS : as leis brasileiras são consideradas complexas e difíceis de compreender (porém o investidor possui vários direitos resguardados pelas mesmas), algumas empresas possuem sedes em paises "exóticos" ou "paraisos fiscais" como Bermudas , Belize  e deste modo ficam fora deste resguardo legal - o investidor encontra-se portanto vulnerável podendo ser prejudicado por decisões dos controladores da empresa que  não sejam benéficas(até mesmo prejudiciais) ao investidor minoritário.Portanto eu  não considero seguro investimento neste tipo de ação.


- acionista controlador/grupo controlador: são aqueles que sozinhos ou um grupo formado possuem ao menos 50% + 1 ação ordinária da empresa (maioria absoluta dos votos).
- acionista minoritário : aqueles detentores de ações On ou PN fora da classificação acima.
- voltando a Valecomo exemplo: o seu grupo controlador é representado pela Valepar SA  que possui 53,3% de TODAS as ações ON da empresa (grupo composto por  Bradespar, Previ, BNDES,Mitsui).


- antigamente as ações eram representadas por um recibo físico de papel (por isto muitos chamam ações de papéis), atualmente são recibos eletrônicos e as ações ficam custodiadas na CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia) / BM&FBovespa e para negocia-los você deve ser ligado a uma corretora credenciada (em geral existe uma pequena taxa de manutenção de custodia da ações - valor é fixo (custodiar 10 ou 100.000 ações tem o mesmo preço), algumas corretoras não cobram dependendo do volume de negociações que você faz (toda negociação que você faz é cobrada taxa de compra/venda).

- quando você compra/vende uma ação na bolsa de valores demoram 3 dias uteis para liquidação do negócio(demora 3 dias uteis para receber o dinheiro de venda ou as ações na compra- o dinheiro usado na compra fica bloqueado na conta).

- um ponto muito importante é que ações representam um titulo de posse (como uma escritura de um imóvel) portanto ele não "caduca", some ou é roubado; mesmo que a corretora que você é associado venha a falir nenhuma de suas ações desaparecerá porém será necessário pedir transferência dos papeis e autorização para negociação em outra corretora de sua preferencia, mesma coisa ocorre quando você morre (digamos que possua 10.000 papéis da Vale)  - seus herdeiros legais terão plenos direitos a elas.


- as empresas na bolsa de valores são divididas também conforme seu nível de governança (relacionados principalmente aos direitos e deveres dos controladores e minoritários : tradicional,nível 1, nível 2, novo mercado (ordem crescente de direitos e salvaguardas para minoritário)- o principal é o TAG ALONG.

- tag along : direito do minoritário de em caso da empresa ser vendida/troca de controle acionário de receber determinado valor (dinheiro) comparado com o controlador (normalmente este valor de 80 a 100%).Exemplo: José possui 60% das ações ON da empresa DDDD (controlador) cuja cotação hoje é de R$30 foi oferecido para José o valor de R$50 por cada uma de suas ações e ele resolve vender o controle da empresa(tag along de 80%), todos os outros acionistas com ON podem vender suas ações pelo valor de R$40 (0,80 x 50) se quiserem .Algumas empresas tem tag along para ações PN (mesmo que não seja obrigatório pelo nível de governança).

níveis de governança:
- tradicional : possui ON e PN, tag along 80% ON
- nível 1 : possui ON e PN , tag along 80% ON
- nível 2 : possui ON e PN , tag along 100% ON, 80-100% PN
- novo mercado : possui  somente ON,  tag along 100% ON

- a classificação no novo mercado apresenta maiores direitos aos minoritários, mas NÃO GARANTE SEGURANÇA ABSOLUTA de manobras dos controladores que possam prejudica-los, uma diretoria e conselho de administração honesta muitas vezes fora do novo mercado garante mais segurança ao minoritário (se quiserem discutir este subtema posso faze-lo com exemplos no setor de comentários).Os BRDs (já citados acima) não necessitam seguir nenhuma das exigências que protejam os minoritários.



site oficial para obter informações:

http://www.bmfbovespa.com.br/home.aspx?idioma=pt-br









OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.