Total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

[Investimentos pessoais]Aporte 12/2013


- além do aporte extra que comentei no post passado, também fiz meu aporte regular com dinheiro do meu salário mensal:comprei 200 BBAS3, 200 ITUB3, 300 GRND3.

- ainda mantenho minha opinião que penso ser mais fácil encontrar bons ativos com preços satisfatórios durante períodos de queda ou estabilidade da bolsa, comparados aos períodos de alta/euforia (apesar de fazer bem ao ego ver seus ativos subindo sem parar).


- a carteira de ações final  em 2013 ficou assim (já inclusos os últimos aportes):


BBAS3 9977
BBDC3 2248
ITUB3 1080
ITSA4 4824
CIEL3 480
VALE3 4434
VALE5 200
PETR4 3983
CMIG3 2062
GETI3 2300
ETER3 4600
CCRO3 1500
CRUZ3 1300
GRND3 1100
SBSP3 200


- basicamente a estratégia do ano foi :

- estudar novas ações que eram compatíveis minha estratégia (empresas lucrativas visando mantê-las por um longo período), iniciar com compras pequenas e aumentar gradativamente a posição se considerasse o preço interessante.
- reinvestir  todos os dividendos recebidos em ações (não necessariamente na ação que gerou o dividendo).
- comprar preferencialmente ações com tag along(ON se possível).
- apesar de possuir 2 ações com grande peso na carteira (BBAS3 e VALE3) quero ter pelo menos 2-3% de peso para cada uma das ações escolhidas(5 a 10% considero o ideal).
- evitar comprar ações ruins visando trades/ficar rodando dinheiro pois penso que ainda sei pouco sobre o assunto e não tenho um método para tais procedimentos.
- gastar menos com supérfluos e tranqueiras e mais com conforto.
- investir a maior parte do dinheiro ganho do salário(fixo) e tentar usar os dos trabalhos extras para pagar os gastos diários.
- manter low profile.
- PETR4 ainda continua parecendo aquela garota feia que depois de tanto tempo junto você se acostuma.




- uma das series que mais gostava acabou com esta música.







- achei muito bem feita esta abertura alternativa criada por um fã.




BREAKING BAD - Intro from Benni Meier on Vimeo.




OBS : o blog tem como principal função servir como plataforma para aprendizado , discussão financeira e lembrete de minhas aplicações pessoais, não possuo formação tampouco autorização junto a CVM para indicar investimentos, portanto não indico seguir compra/venda de ativos discutidos neste espaço - indico apenas métodos de estudo e aumento de conhecimento aberto para que todos possam tomar suas decisões de modo mais embasado e consciente.Não possuo nenhuma ligação empregatícia com empresas ou pessoas citadas nas discussões e também não tenho ganhos com os mesmos através de propaganda.

9 comentários:

  1. Ola Boris
    Parabens pela robusta carteira alem das excelente disciplina de aportes.
    Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - olá Bons Dividendos, tava sumido das discussões heim?A minha carteira de ações está começando a andar sozinha com os reinvestimentos de dividendos - o que entra todo mês já é suficiente para comprar um lote ou mais de alguma ação que tenho em vista (a meta é que os dividendos sejam iguais ao meu salário mensal - ou seja "eu me compro" com os rendimentos).

      Excluir
  2. Você resumiu bem: os períodos de baixa e de estagnação são os melhores para o investidor. O problema é que não somos preparados psicologicamente para realizar um planejamento deste tipo.

    É uma luta árdua manter os aportes mensais vendo a cotação dos ativos cair, como ocorreu em 2013, mas depois de alguns anos uma boa estratégia de acumulação acaba mostrando a sua força.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - olá Longe do Limite, quando se trata de investimentos é extremamente difícil separar a decisão racional dos sentimentos irracionais que permeiam o ser humano (um ótimo livro sobre o assunto que preciso reler chama-se Rápido e Devagar de Daniel Kahmenan), quando era adolescente tinha um pensamento recorrente de como poderia ser bom poder voltar no tempo e comprar ações de empresas que sobreviveram ao crash de 1929 e prosperaram, atualmente vivenciamos a pior crise financeira desde 1929 e o que podemos fazer agora no mercado acionário?

      Excluir
  3. Respostas
    1. - olá Sonny, sou adepto do pensamento de gastar com conforto e não em luxo (gosto de comer em bons lugares, ter roupas confortáveis, mas não fico torrando grana com gadgets que não em ajudam em nada - por exemplo meu notebook eu uso até o dia que conseguir funcionar sem grandes incomodos - isso já tem quase 5 anos, meu celular tem acesso a internet mas nunca usei), aprendei isso com meus pais:meus bens/posses são dispositivos para facilitar minha vida, nunca para me tornar escravo deles (pense em quantos se matam para manter as aparências - alguns por exemplo devem até as cuecas e ainda pagam financiamento de carrão zero todo ano).Eu também me lembro que no meu cursinho tinha um professor que utilizava os sapatos até furarem caindo aos pedaços - hoje mais velho entendo a mensagem deste ato - detalhe:ele ganhava na faixa dos 5 dígitos mensais.

      Excluir
  4. Os períodos de crise são otimos para quem está na fase da acumulação. Pois o risco se dilui quando compramos ações baratas ao invés de compra-lá no topo. Além disso o objetivo principal deve ser acumular a maior quantidade possivel de ações de boas empresas, pois através delas que participamos de seu lucro e isso acontece justamente nos períodos de crise. O capital investido para adquiri-lás deve ficar em segundo plano e o resultado vem no longo prazo. Uma dúvida: vc não investe em renda fixa e quais modalidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - olá Anon, basicamente tenho dinheiro para emergências(colchão de segurança) na poupança/fundos DI (nem conto como investimento) - algo em torno de 5-10 vezes meus gastos fixos mensais, para ser sincero nem considero a maioria dos investimentos em renda fixa devido ao fato que se levarmos em conta inflação, taxa de administração, IR somados a rentabilidade beira a zero ou até mesmo negativa (nunca se esqueça que mais de uma vez na história recente do país tivemos mudanças que "passaram a mão" nos investidores - ou através de uma mecanismo bem fácil de socialização de perdas - deixar a inflação correr solta), existe um bom vídeo chamado money as debt - eu tenho no meu blog em postagens antigas ou pode ser visto no youtube.Meu foco principal são ações, também tenho alguns imóveis e sociedades em negócios com minha família (pais e irmãos - tenho 100% de confiança neles), mas este dinheiro não tenho controle absoluto e não coloco na conta de patrimônio.

      Excluir
  5. Muito bom o post amei vou sempre visitar seu blog !!

    ResponderExcluir